Seguidores

domingo, 23 de janeiro de 2011

MENINO CIDADÃO

Juventude pobre soltando pandorga

Uma casa sem som, cheia de rangido

Nos subúrbios este é o suburbano menino

Vida clara sem nunca ser constrangido

Não está sufocado menos em melancolia

Ouve-se a sua voz clara e com alegria

Sabe que sua liberdade vale ouro

Na sua vida, sonha com novos dias

Nada de cabeça baixa ao contrário

Sabe que pode e vai ter futuro extraordinário

Fica adverso as adversidades

Sim ele é parte desta sociedade

Grato e forte sabe vencer dificuldades

Este promissor jovem sem rebeldia

Mostra-nos ao caminho do dia a dia

Sabe que tudo é possível se a luta for sadia

(Orides Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário