domingo, 30 de janeiro de 2011

COMO UM RESPIRAR...



Tenho uma janela
acima das nuvens
e vejo-as passar...
E nessa lonjura
eu sinto que a VIDA
é um respirar...

Por montes e vales,
os verdes azuis
estendem-se ao infinito...
Acima das nuvens,
vejo o céu brilhar,
um pássaro solta o grito.

Por terras e montes,
até onde a vista alcança,
o vento e as nuvens
numa espécie de dança,
ocultam o Sol,
para logo o revelarem...
Ocultam os montes,
para logo os destaparem!

Tenho uma janela
acima das nuvens
e vejo-as passar...
E nessa lonjura
descubro que SOU EU
A VIDA A RESPIRAR!!!

Isabel

Nenhum comentário:

Postar um comentário