Seguidores

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011


O PINGO DA CHUVA

É UM PINGO DE CHUVA
CAINDO NA PLANTA.

É UM CANTO TRINADO,
É O SABIÁ NA FOLHAGEM.

É UM RIO QUE PASSA,
ETERNAMENTE ALI ESTANDO.

É A ÁGUA MILAGREIRA
MATANDO A NOSSA SEDE.

É A SEDE DE ESPERANÇA,
QUE NUNCA SE CANSA.

É O CANSAÇO DA TARDE
ESPERANDO A BONANZA.

É A MADRUGADA CHEGANDO
TRAZENDO NOVO ENCANTO.

É A MESA NOVAMENTE POSTA
PARA IRMOS PARA O CAMPO.

É O CAMPO ESPERANDO
A CHEGADA DA PRIMAVERA.

É A SEMENTE GERMINANDO
CRIANDO UM NOVO ALENTO.

É A BUSCA DA PAZ
ACELERANDO O NOSSO AVANÇO.



HSERP

domingo, 30 de janeiro de 2011

COMO UM RESPIRAR...



Tenho uma janela
acima das nuvens
e vejo-as passar...
E nessa lonjura
eu sinto que a VIDA
é um respirar...

Por montes e vales,
os verdes azuis
estendem-se ao infinito...
Acima das nuvens,
vejo o céu brilhar,
um pássaro solta o grito.

Por terras e montes,
até onde a vista alcança,
o vento e as nuvens
numa espécie de dança,
ocultam o Sol,
para logo o revelarem...
Ocultam os montes,
para logo os destaparem!

Tenho uma janela
acima das nuvens
e vejo-as passar...
E nessa lonjura
descubro que SOU EU
A VIDA A RESPIRAR!!!

Isabel

sábado, 29 de janeiro de 2011


A Aranha

Geralmente, em toda parte,
No ângulo mais sombrio
Dos recantos desprezados,
Vem a aranha e tece o fio.

Escura, silenciosa,
Atendendo ao próprio instinto,
Seja dia, seja noite,
Vai fazendo o labirinto.

Por manter o enorme enredo,
Insiste e nunca esmorece,
Condenar-se por si mesma
É seu único interesse.

Desdobrando movimentos
Nos impulsos insensatos,
Pratica perseguições,
Multiplica assassinatos.

Insetos despreocupados,
Na ilusão cariciosa,
Transformam-se em prisioneiros
Da pequena criminosa.

Satisfeita, a aranha escura.
Prossegue na horrenda lida,
Nos venenos que segrega
Traz a morte e suga a vida.

Mas um dia, o espanador,
Na luta material,
Vem e arranca essa infeliz
Das teias de horror do mal.

A aranha, porém, não cede,
Com teimosia e com arte,
Foge ao bem que se lhe fez,
E vai tecer noutra parte.

Quem medita na conduta
Dessa aranha renitente,
Encontra a cópia fiel
Da vida de muita gente.

A muitos presos do engano,
Deus envia a dor e as provas;
Mas, depois de liberdade,
Vão prender-se em redes novas.

Chico Xavier.
Ditado pelo Espírito Casemiro Cunha

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011


Madrugada

Shana Müller

Composição: Edgar Acaña / Ricardo Martins

Os fletes campeiros pastando ao luar
Refugo meu catre pra sorver nuances
Que a noite pintou na barra do dia
Quando nasce o pampa a inspirar romances.

O sol vem ao tranco no lombo de um ruano
E a noite lobuna se faz madrugada
Os mates e prosas se fazem silêncio
Emquanto se encilha, pra outra jornada.

Tinido de espora, rangido de bastos
E bater de cascos se fazem poesia
Cavalos e homens se tornam centauros
Na pátria gaúcha ao raiar outro dia.

Um zaino escarceia atirando o freio
Se faz haragana uma potra bragada
Que ao sentir as cosca do laço nos tentos
Bufou contra o vento pedindo bolada.

Ritual que faz parte da vida de campo
Porém só conhece quem cedo levanta
E sai campo afora com o sol na garupa
E traz a querência nos versos que canta.

Tinido de espora, rangido de bastos
E bater de cascos se fazem poesia
Cavalos e homens se tornam centauros
Na pátria gaúcha ao raiar outro dia.

O Rouxinol

Milton Nascimento

Composição: Milton Nascimento

Rouxinol tomou conta
Do meu viver
Chegou quando procurei
Razão pra poder seguir
Quando a música ia
E quase eu fiquei
Quando a vida chorava
Mais que eu gritei
Pássaro
Deu a volta ao mundo
E brincava
Rouxinol me ensinou
Que é só não temer
Cantou
Se hospedou em mim

(2x)
Todos os pássaros
Anjos dentro de nós
Uma harmonia trazida
Dos rouxinóis

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

O SOL EXISTE...A FELICIDADE EXISTE...




O sol existe…
Mesmo que pareça tão longe
Mesmo que pareça o dia tão escuro
Mesmo que as nuvens o encubram
O sol existe…
Devemos procurar
Mesmo que nos pareça difícil
Mesmo que não consigamos enxergar
Mesmo que as dificuldades tomem
conta das nossas vidas
Mesmo que pareça não haver solução
O sol existe…
E irá brilhar para você um dia
Mesmo que demore um pouco
Mesmo que você feche a janela
e se tranque no seu quarto a chorar
O sol continua a brilhar
e a embelezar a Terra
Não devemos nos preocupar
com as incertezas da vida
Sabemos que existem muitas trovoadas
Mas um dia o sol aparece
Um dia você sorrirá e dirã:
Que lindo dia!
Mesmo que ninguém perceba
Mesmo que você não perceba
O sol brilha para você
A vida está torcendo por você
É só não importar
com as tempestades da vida
ela não vai te derrubar
Se quiser chorar, chore
Se quiser amar, ame
Mas deixe o sol brilhar
acredite no amanhã
sempre existe uma esperança
pra tudo existe um caminho
mesmo que a sua caminhada
seja difícil mais tortuosa
mesmo que tenha muitas pedras
Mesmo que no seu caminho tenha
muitas nuvens negras e tudo esteja
nublado, encoberto
mesmo que você não evja mais o sol
na sua vida
Tenha certeza que ele existe
um dia você o encontrará
e viverá toda a alegria do momento
E dirá para si mesmo
Valeu a pena esperar
O sol existe
A felicidade existe…

(Cristiane Souza Gomes)

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


Marcas de Batom no banheiro...


Numa escola pública estava ocorrendo uma situação inusitada: meninas de 12
anos que usavam batom, todos os dias beijavam o espelho para remover o
excesso de batom.

O diretor andava bastante aborrecido, porque o zelador tinha um trabalho
enorme para limpar o espelho ao final do dia. Mas, como sempre, na tarde
seguinte, lá estavam as mesmas marcas de batom...

Um dia o diretor juntou o bando de meninas no banheiro e explicou
pacientemente que era muito complicado limpar o espelho com todas aquelas
marcas que elas faziam. Fez uma palestra de uma hora.

No dia seguinte as marcas de batom no banheiro reapareceram...

No outro dia, o diretor juntou o bando de meninas e o zelador no banheiro, e
pediu ao zelador para demonstrar a dificuldade do trabalho. O zelador
imediatamente pegou um pano, molhou no vaso sanitário e passou no espelho.

Nunca mais apareceram marcas no espelho!

Moral da história: Há professores e há educadores...

Comunicar é sempre um desafio!

Às vezes, precisamos usar métodos diferentes para alcançar certos
resultados.

Por quê?

•Porque a bondade que nunca repreende não é bondade: é passividade;

•Porque a paciência que nunca se esgota não é paciência: é subserviência;

•Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade: é indiferença;

•Porque a tolerância que nunca replica não é tolerância: é imbecilidade."



AUTOR DESCONHECIDO





domingo, 23 de janeiro de 2011


Conselho

Revelação

Composição: Almir Guineto (Rei do Pagode)

Deixe de lado esse baixo astral
Erga a cabeça enfrente o mal,
Que agindo assim será vital para o seu coração,
É que em cada experiência se aprende uma lição,
Eu já sofri por amar assim me dediquei mais foi tudo em vão,
Pra que se lamentar se em sua vida pode encontrar,
Quem te ame com toda força e amor,
Assim sucumbirá a dor,

(refrão)

Tem que lutar
Não se abater
Só se entregar
A quem te merecer
Não estou dando e nem vendendo
Como o ditado diz
O meu conselho é pra te ver feliz.

SUA POSTAGEM ...SEU TEXTO!!!...PENSE NISSO!

Posted by Picasa

MENINO CIDADÃO

Juventude pobre soltando pandorga

Uma casa sem som, cheia de rangido

Nos subúrbios este é o suburbano menino

Vida clara sem nunca ser constrangido

Não está sufocado menos em melancolia

Ouve-se a sua voz clara e com alegria

Sabe que sua liberdade vale ouro

Na sua vida, sonha com novos dias

Nada de cabeça baixa ao contrário

Sabe que pode e vai ter futuro extraordinário

Fica adverso as adversidades

Sim ele é parte desta sociedade

Grato e forte sabe vencer dificuldades

Este promissor jovem sem rebeldia

Mostra-nos ao caminho do dia a dia

Sabe que tudo é possível se a luta for sadia

(Orides Siqueira)

sábado, 22 de janeiro de 2011

POEMA ESTRELADO


Colhi estrelas do céu

Para os teus cabelos enfeitar

Para o teu sorriso iluminar

E teus lábios azulejar

Recolhi o brilho de estrelas de todo lugar

Estrelas que se enamoram

Agarradinhas ao luar

Estrelas que adormecem no mar

Estrelas que vejo em teu olhar

Estrelas que sonhos vi germinar

Encontrei estrelas aqui e acolá

Estrelas caídas ao chão

Estrelas de cá e de lá

Estrelas que cabem na tua mão

Estrelas de brilho intenso

Pequenos pontos reluzentes

No teu universo imenso

Encontrei estrelas no teu pensamento

Estrelas maduras ou que duram só um momento

Brilhantes que explodem ao vento

Estrelas são sentimentos

Sentimentos são estrelas

Espelhos luminosos de amor

Que eternizam nossos momentos



ÚRSULA AVENER

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada,os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre. Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar. Ninguém pode voltar.Voltar é impossível na existência. Você pode apenas ir em frente. O rio precisa se arriscar e entrar no oceano. E somente quando ele entra no oceano é que o medo desaparece. Porque apenas então o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano, mas tornar-se oceano. Por um lado é desaparecimento e por outro lado é renascimento. Assim somos nós. Só podemos ir em frente e arriscar. Coragem !! Avance firme e torne-se Oceano!!! ((Osho))
Posted by Picasa

Eu Quero Apenas

Roberto Carlos

Composição: Roberto Carlos / Erasmo Carlos

Eu quero apenas olhar os campos,
Eu quero apenas cantar meu canto,
Eu só não quero cantar sozinho,
Eu quero um coro de passarinho,
Quero levar o meu canto amigo,
A qualquer amigo que precisar.

(Refrão)
Eu quero ter um milhão de amigos
E bem mais forte poder cantar
Eu quero ter um milhão de amigos
E bem mais forte poder cantar

Eu quero apenas um vento forte,
Levar meu barco no rumo norte
E no caminho o que eu pescar
Quero dividir quando lá chegar
Quero levar o meu canto amigo
A qualquer amigo que precisar

(Refrão)

Eu quero crer na paz do futuro,
Eu quero ter um quintal sem muro
Quero meu filho pisando firme,
Cantando alto, sorrindo livre
Quero levar o meu canto amigo
A qualquer amigo que precisar

(Refrão)

Eu quero amor decidindo a vida,
Sentir a força da mão amiga
O meu irmão com sorriso aberto,
Se ele chorar quero estar por perto
Quero levar o meu canto amigo
A qualquer amigo que precisar

(Refrão)

Venha comigo olhar os campos,
Cante comigo também meu canto
Eu só não quero cantar sozinho,
Eu quero um coro de passarinhos
Quero levar o meu canto amigo
A qualquer amigo que precisar

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

HOJE EU SENTI A MAGIA DA VIDA

Quando pensei que nada me surpreendia
Algo em mim mudou, transformou, mudou
Um leve despertar para a vida, florindo
Vi um mundo de amor, lindo, desabrochando
Estava a beira da praia, observando
A água transparente, fresca e leve
Molhando os meus pés, refrescando
Senti o frio e ao mesmo tempo o prazer
Do calor que sentia pelo sol forte
Era algo indescritível, belo, forte
Parei os meus pensamentos
Observando a belas montanhas
Do outro lado do rio onde desagua
O grande mar, água meio salgada e doce
O azul forte e verde a contrastar
O vento, acariciando o meu rosto, suavemente
Como um belo lamento de amor ausente
Via os peixinhos nadando livremente
Transparentes como a agua que os acolhia
No meio das algas e dos rochedos
As lindas gaivotas descansando
Perto via as crianças brincando felizes
Os mais velhos estendidos na areias finas
Descansando os ossos e a subtil preguiça
Confesso que encantador o quadro que vi
Sentei nas pedras do rio e meio mar
Sonhando nas nuvens ao sabor do tempo
Imaginei qual seria o belo momento
Com aquele que mais amava ali
Parado no tempo da minha idade
Nos sonhos voei a anos atrás
Tentando recordar os tempos que vivi
Nada e nem ninguém podia ocupar
Aquele belo momento de amor
Que a vida me fez sentir e viver
Por mais que me custe acreditar
Mesmo assim vale a pena viver
Todos estes belos momentos de amor.



BETI MARTINS

domingo, 16 de janeiro de 2011

Solo Le Pido A Dios

Mercedes Sosa

Sólo le pido a Dios
Que el dolor no me sea indiferente,
Que la reseca muerte no me encuentre
Vacío y solo sin haber hecho lo suficiente.

Sólo le pido a Dios
Que lo injusto no me sea indiferente,
Que no me abofeteen la otra mejilla
Después que una garra me arañó esta suerte.

Sólo le pido a Dios
Que la guerra no me sea indiferente,
Es un monstruo grande y pisa fuerte
Toda la pobre inocencia de la gente.

Sólo le pido a Dios
Que el engaño no me sea indiferente
Si un traidor puede más que unos cuantos,
Que esos cuantos no lo olviden fácilmente.

Sólo le pido a Dios
Que el futuro no me sea indiferente,
Desahuciado está el que tiene que marchar
A vivir una cultura diferente.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Sorri

Djavan

Composição: Charles Chaplin/G.Parson/J. Turner - versão: Braguinha
Sorri
Quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri
Quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doridos
Sorri
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

LEMBRANÇAS


CALMO,NO CÉU IMÓVEL,
VAI LEVE UM VOO DE NUVENS.
LARGAS SOMBRAS BENIGNAS
QUE AMPARAM A DUREZA
DE UM DESESPERO LÂNGUIDO.
AJUNTAM-SE,CONFUNDEM-SE,
JÁ SE PERDEM E NASCEM
OUTRAS NOVAS,E PASSAM.
E SOMENTE UMA LÁGRIMA
EMBAÇA ESTE CÉU LÚCIDO
DE OLHOS SEMPRE EXPECTANTES.
NUVENS,LÁGRIMAS,BEIJOS!
NO DESERTO DOS DIAS,
FRACO ABRIGO,LEMBRANÇAS.


NARCÍS COMADIRA

OFICINA RECONSTRUINDO RECEBE MAIS DOAÇÕES DE LIVROS DA EDITORA LAMPARINA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO!

Posted by Picasa

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011


Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda

Kid Abelha

Composição: Hyldon

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que soy loco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...

Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...(3x)

De sapê!...

CURIOSIDADES!

Posted by Picasa
Posted by Picasa

PENSANDO EM MEIO AMBIENTE!

Posted by Picasa

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

MÃE


VIVEMOS O AMOR
DE FORMA MAIS SUBLIME
QUANDO SOMOS ...MÃE
ESSE AMOR NOS CONDUZ
A SIMPLICIDADE DE TUDO
E A INTENSIDADE DO TEMPO,
SORRIMOS E CHORAMOS
EM TEMPO RECORDE,
DE SEGUNDO A SEGUNDO
SOMOS ARREMEÇADAS
A VIVER TODAS AS SENSAÇÕES
POSSÍVEIS QUE DESPERTAM
NO CORAÇÃO O PODER
DE SE DOAR!


SILVIA HELENA CALCAGNO

O MEU SONETO


Em atitudes e em ritmos fleumáticos,
Erguendo as mãos em gestos recolhidos,
Todos brocados fúlgidos, hieráticos,
Em ti andam bailando os meus sentidos...

E os meus olhos serenos, enigmáticos
Meninos que na estrada andam perdidos,
Dolorosos, tristíssimos, extáticos,
São letras de poemas nunca lidos...

As magnólias abertas dos meus dedos
São mistérios, são filtros, são enredos
Que pecados d´amor trazem de rastros...

E a minha boca, a rútila manhã,
Na Via Láctea, lírica, pagã,
A rir desfolha as pétalas dos astros!..

Florbela Espanca, in "A Mensageira das Violetas"
HOJE ESTAREI EM ALGUNS BAIRROS DA CIDADE FAZENDO A TROCA DOMICILIAR DOS LIVROS!


SILVIA HELENA CALCAGNO

sábado, 1 de janeiro de 2011

Posted by Picasa

"somente é possível
falar de ...
futuro promissor
quando se tem
nitidamente a certeza
do comprometimento
da vida e daqueles
que precisam da nossa
orientação!"


SILVIA HELENA CALCAGNO