quinta-feira, 30 de setembro de 2010

COMPANHEIRO-MARIA EUGÊNIA



Vai amigo
Não há perigo que hoje possa assustar
Não se iluda
Que nada muda se você não mudar

Ponha alguma coisa na sacola
Não esqueça a viola
Mas esqueça o que puder
E curte pra não morrer

Rasque as coisas velhas da lembrança
Seja um pouco de criança
Faça tudo o que quiser
E curte pra não morrer

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

LA VIDA

El pasado dejalo donde esta,
siempre continua
Esperando los misterios que la vida depara.
Esta es un juego de ilusiones, emociones,
las cuales hay que difrutarlas plenamente, de a poco
probando el sabor de cada una de ellas
sin apresurarse, para no tropezar
Conociendo, aprendiendo
todos los dìas algo nuevo
ayudando a quienes amamos
y perdonando hasta al màs odiado,
èl tambièn nos enseña, aunque no lo parezca
Las personas somos espejos,
reflejamos nuestras virtudes y defectos
a veces miramos al otro y vemos reflejados sentimientos y pensamientos parecidos,
nos unimos a èste y llega a ser esa persona que nos apoya y consuela en las peores situaciones, un AMIGO.
tal vez nos atrae y nos despierta admiraciòn, aprendemos de èl,
es uno de los grandes maestros de la vida.
Pero tambièn estan aquellos,
que lo ùnico que hacen es hacernos pasar disgustos,
nos hacen llorar y sufrir,
si la bronca es muy grande llegan a ser enemigos
Todos estos nos acompañan por el sendero de la vida,
logran algo muy importante, nos ayudan a formar como personas y todo lo vivido con ellos, templa nuestro espiritu


Autor :anonimo

CANÇÃO

PASSA UM VENTO DE TEMPESTADE
VERGANDO MEU CORPO QUAL UM BAMBU
LEVA EMBORA CATANDO
FAMINTO NINHO DE PÁSSARO-ANGU.

SEU BICO DENTADO FERIA
O FRÁGIL REGAÇO DO MEU CORPO CANSADO,
MIL ANGUS TRESPASSARAM
O CORAÇÃO DO MEU CRISTO BEM AVENTURADO.

QUERIA O ANGU UMA ÁRVORE
PARA NELA CRIAR SEUS ANGUZINHOS,
ESQUECEU-SE ELE QUE O BAMBU
É A ENCANTADA MORADA DOS BAMBUZINHOS.

EXUBERANTE NATUREZA FARFALHA
A INÚTIL BELEZA DO SEU MÁGICO ARVOREDO
SABENDO QUE É MISTER
DEPOIS DA TEMPESTADE LEVANTAR-SE SEM MEDO.

FARFALHA O BAMBUZAL
PERCUTINDO AS FIBRAS DA SOLIDÃO
CANTANDO LEVA EMBORA O VENTO
OS ESPINHOS BENTOS DA ÚLTIMA ESTAÇÃO.

BERNARDETHE GHIDINI ZARDO

terça-feira, 28 de setembro de 2010

PANTANAL(MARCUS VIANA&CORAÇÃO DA TERRA)

São como veias,serpentes os rios que trançam o
coração do Brasil
Levando a água da vida,do fundo da terra,ao coração do
Brasil
Gente que entende e fala a língua das plantas dos
bichos
Gente que sabe o caminho das águas, das terras do
céu
Velho mistério guardado no seio das matas sem fim
Tesouro perdido de nós, distante do bem e do mal
Filhos do Pantanal!
**************************************…
Lendas de raças,cidades perdidas na selva, no coração
do Brasil
Contam os índios de deuses que descem do espaço,no
coração do Brasil
Redescobrindo as Américas quinhentos anos depois
Lutar com unhas e dentes pra termos direito a um
depois
Vem do milênio o resgate da vida do sonho e do bem
A terra é tão verde, azul
Os filhos dos filhos dos filhos dos nossos filhos,
verão!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

VITOR SAVEDRA SOARES RECEBE TÍTULO DE CAMPEÃO ESTADUAL!


O JOVEM JAGUARENSE TROUXE MAIS UM PRÊMIO PARA A CIDADE,INTEGRANTE DA INVERNADA RAÍZES DA FRONTEIRA COORDENADA POR JAMIL BRUM,CONCORREU NA CATEGORIA JUVENIL DE CHULA E CONQUISTOU O PRIMEIRO LUGAR.
PARABÉNS VITOR!!!!!

sábado, 25 de setembro de 2010

PESSIMISMO-NÃO-REALISMO

É PRECISO ENTENDER QUE O PESSIMISMO NÃO É SINÔNIMO DE REALISMO.MUITOS FICAM SENTADOS EM CASA,ARQUIVANDO PROJETOS,REDUZINDO INVESTIMENTOS,ESPERANDO A TEMPESTADE PASSAR E,COM ISSO,PERDEM TEMPO E OPORTUNIDADES PRECIOSAS.OS REALISTAS ENFRENTAM AS INTEMPÉRIES SEM DRAMAS E SAEM NA CHUVA,COMO QUALQUER TRABALHADOR QUE PRECISA CUMPRIR A SUA JORNADA DIÁRIA NA FÁBRICA INDEPENDENTEMENTE DAS VARIAÇÕES DO TEMPO.(...)AS PREVISÕES CATASTRÓFICAS NÃO PODEM PRODUZIR UMA MUDANÇA NOS SEUS RESULTADOS.VOCÊ PRECISA APRENDER A TER UMA NOVA DIMENSÃO DO SEU TRABALHO.PRECISAMOS DESENVOLVER NOVAS MANEIRAS DE TRABALHAR.TEMOS TAMBÉM DE ASSUMIR AS VERDADEIRAS CAUSAS DE NOSSOS FRACASSOS E NOSSOS SUCESSOS(...).

ROBERTO SHINYASHIKI

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

ENQUANTO HOUVER SOL



TEMOS DA VIDA A OPORTUNIDADE DE RECOMEÇAR,BASTA DESEJAR E APROVEITAR AS NOVAS CHANCES.TUDO DEPENDE DA FORÇA INTERIOR QUE CADA UM DE NÓS POSSUÍ,SE ADORMECIDA É POSSÍVEL DESPERTAR COM AJUDA DO CALOR HUMANO.
O SER HUMANO NÃO SE BASTA SÓ,MAS ENQUANTO HOUVER SOL NÃO SERÁ POSSÍVEL SE SENTIR SOZINHO.

SILVINHA CALCAGNO

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A VIDA

VOU VIVENDO,VENDO,VENDO.
VOU LEMBRANDO,ANDANDO,ANDANDO.
O QUE FICOU,PASSADO,
NA MEMÓRIA ESTÁ GUARDADO.
ABRO MEU ÁLBUM DE LEMBRANÇAS,
RECORDO QUASE TUDO,DESDE CRIANÇA.
MEU BAÚ DE RECORDAÇÃO,
DEIXA UM APERTO NO CORAÇÃO,
QUANDO ABERTO EVIDENCIA,
AS AMIZADES,AS ALEGRIAS,OS DIAS.
AQUELE BAR DE AMIGOS,
UM VIOLÃO CHEGANDO DE MANSINHO,
DESPERTAVA A REBELDIA,
DA ADOLESCÊNCIA,DE MUDAR O MUNDO UM DIA.
PALAVRAS FIADAS JOGAVAM FORA,
TEMPO,TINHAM DE SOBRA.
NO COMPROMISSO COM O AMIGO,
PALAVRA DE HONRA,DE GLÓRIA.
NAQUELA FESTA,RODEADO DELES,
A SOLIDÃO NÃO EXISTIA,
TODO DIA,SOMENTE ALEGRIA.
MAS CHEGOU A HORA DE PLANTAR OS SONHOS,
SEMEAR FUTUROS,SEM MEDO DE TEMPESTADES.
A PARTIDA LEVA UM PEDAÇO,
DOS AMORES,AMIGOS,
O BAÚ ESTÁ LOTADO,
MAS SEMPRE CABE UM RETRATO E UM SORRISO,
DE UMA ÉPOCA QUE ACONTECEU DE FATO.
QUANDO A RESPONSABILIDADE BATER A PORTA,
O AMADURECIMENTO SE FAZ NECESSÁRIO,
ABRO O BAÚ,TIRO DO ARMÁRIO,
AS RECORDAÇÕES SERVEM DE ATALHO,
PARA ENCARAR OS COMPROMISSOS,
AGITAÇÕES E OUTROS VÍCIOS.
NO CONFLITO DO MEU DIA.
ESQUECE UM POUCO DE TODOS.
QUANDO A SOLIDÃO ASSOLA,
LEMBRO DA ÉPOCA DE GLÓRIA.
QUANDO A VELHICE NA PORTA BATER,
COM ALEGRIA VOU RECEBER.
MINHA VIDA FOI MARCADA PELA ÉPOCA,
EM QUE AMIGOS,AMORES E PALAVRA,
ERA COISA SÉRIA,COISA RARA.
VOU AGUARDAR O FIM,
CONTANDO OS DIAS.

FABIANO FILIPPI CHIELLA

terça-feira, 21 de setembro de 2010

EU DESENHO E VOCÊ?...ÉRICO PACHECO MACHADO

RECITAL

A LENDA DO PARDAL (FRONTEIRA)


DIZEM QUE O PARDAL NÃO É DAQUI,QUE FOI ASSIS BRASIL QUEM TEVE A PÉSSIMA IDÉIA DE TRAZER ESTE BICHO EXCOMUNGADO DAS EUROPAS.NÃO PRESTA PARA NADA,INCOMODA UMA BARBARIDADE E AINDA CORRE COM O TICO-TICO E O CANARINHO-DA-TERRA DE TUDO QUANTO É CANTO.
É UM BICHO ANTIPÁTICO,QUE NÃO CAMINHA:PARA ANDAR,TEM QUE DAR UNS PULINHOS,COM OS DOIS PÉS JUNTOS,COMO SE ESTIVESSE MANEADO.
E ESTÁ MESMO.FOI CASTIGO DE DEUS.
QUANDO NOSSO SENHOR ESTAVA FAZENDO OS BICHOS PARA SOLTAR NA TERRA,PERGUNTAVA O QUE CADA UM IA FAZER.E DISSE A POMBA:
- EU VOU SER MANSA E TRANQUILA,O SÍMBOLO DA PAZ.
- EU VOU CANTAR PARA A ALEGRIA DOS GAÚCHOS. - DISSE A CALHANDRA.E ASSIM POR DIANTE.
QUANDO CHEGOU A VEZ DO PARDAL,QUE ERA RABUGENTO E ESTAVA BRABO POR SER DOS ÚLTIMOS NA FILA,ELE SE SAIU COM QUATRO PEDRAS NA MÃO:
- EU?POIS EU VOU DAR COICE NO MUNDO E ACABAR COM TODA ESTA PORCARIA,QUE ESTÁ TUDO MUITO MAL FEITO!
- AH,VAI? - DISSE NOSSO SENHOR.POIS ENTÃO EU VOU TE MANEAR,PRA QUE TU NÃO DÊS UM COICE NO MUNDO QUE EU FIZ...
É POR ISSO QUE O PARDAL ATÉ HOJE SÓ ANDA ASSIM,MANEADITO,NO MAIS.

(LENDA MUITO POPULAR NA FRONTEIRA DO ESTADO,ONDE O PARDAL É TAMBÉM CONHECIDO COMO GORRIÃO.)
ANTONIO AUGUSTO FAGUNDES

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

CÉU SOL SUL


Eu quero andar nas coxilhas sentindo as flechilhas das ervas do
chão
Ter os pés roseteado de campo ficar mais trigueiro como o sol
de verão
Fazer versos cantando as belezas dessa natureza sem par
E mostrar para quem quiser ver um lugar pra viver sem chorar

É o meu Rio Grande do Sul céu, sol, sul terra e cor
Onde tudo que se planta cresce o que mais floresce é o amor
É o meu Rio Grande do Sul céu, sol, sul terra e cor
Onde tudo que se planta cresce o que mais floresce é o amor

Eu quero me banhar nas fontes e olhar horizontes com Deus
E sentir que as cantigas nativas continuam vivas para os filhos
meus
Ver os campos cheios de crianças sorrindo felizes a cantar
E mostrar para quem quiser um lugar pra viver sem chorar

É o meu Rio Grande do Sul céu, sol, sul terra e cor
Onde tudo que se planta cresce o que mais floresce é o amor
É o meu Rio Grande do Sul céu, sol, sul terra e cor
Onde tudo que se planta cresce o que mais floresce é o amor

(OS SERRANOS)

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

CAMINHANDO


Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais braços dados ou não
Nas escolas nas ruas, campos, construções
Caminhando e cantado e seguindo a canção

Vem vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Pelos campos a fome em grandes plantações
Pelas ruas marchando indecisos cordões
Ainda fazem da flor seu mais forte refrão
E acreditam nas flores vencendo o canhão

Vem vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Há soldados armados, amados ou não
Quase todos perdidos de armas na mão
Nos quartéis lhes ensinam uma antiga lição:
De morrer pela pátria e viver sem razão

Vem vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Nas escolas, nas ruas, campos, construções
Somos todos soldados, armados ou não
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Somos todos iguais, braços dados ou não
Os amores na mente, as flores no chão
A certeza na frente, a história na mão
Caminhando e cantando e seguindo a canção
Aprendendo e ensinando uma nova lição

Vem vamos embora que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora não espera acontecer



Música: Caminhando

( Pra não dizer que não falei das Flores)

Autoria Letra e Música : Geraldo Vandré

Interpretação: Geraldo Vandré

PENSE NISSO!

VOCÊ SABE!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O TEMPO QUE ME RESTA


QUERIA MAIS TEMPO
PARA REFAZER O QUE FIZ MAL FEITO.
RETIRAR A MÁSCARA
E VIVER TUDO MAIS PERFEITO.

QUERIA MAIS TEMPO.
PARA COMEÇAR DE ONDE PAREI,
RECUPERAR O QUE POR COVARDIA,
PARA TRÁS EU DEIXEI.
QUERIA MAIS TEMPO,
PARA EMBALAR OS MEUS FILHOS,
COBRI-LOS DE BEIJOS E ABRAÇOS
QUESTIONAR OS SEUS DESEJOS
E SEGUI-LOS PASSO A PASSO.

QUERIA MAIS TEMPO
PARA DOAR SEM RESISTIR
UMA PALAVRA UM OLHAR
PARA QUEM NÃO SOUBE SORRIR.
QUERIA MAIS TEMPO
PARA CUMPRIR COM ESTA PROMESSA:
VIVER COM MAIS QUALIDADE
O TEMPO QUE ME RESTA.

MARILU DUARTE

VII ENCONTRO REGIONAL DE ARQUEOLOGIA EM JAGUARÃO

MOSTRA EXPÕE PEÇAS DOS SÉCULOS XIX E XX

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

2º FEIRA DO LIVRO BINACIONAL


JAGUARÃO REALIZARA A 2º FEIRA DO LIVRO BINACIONAL OS ESCRITORES INTERESSADOS EM LANÇAR SUAS OBRAS DEVEM ENTRAR EM CONTATO COM A SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO PELO EMAIL: secult.pmj@gmail.com OU PELO TELEFONE (53)3261-5100.AS INSCRIÇÕES É ATÉ DIA 30 DE OUTUBRO.
A FEIRA DO LIVRO BINACIONAL ACONTECE DE 20 A 29 DE NOVEMBRO.
PARTICIPE!

sábado, 11 de setembro de 2010

DA TIMIDEZ


SER UM TÍMIDO NOTÓRIO É UMA CONTRADIÇÃO.O TÍMIDO TEM HORROR A SER NOTADO,QUANTO MAIS A SER NOTÓRIO.SE FICOU NOTÓRIO POR SER TÍMIDO,ENTÃO TEM QUE SE EXPLICAR.AFINAL,QUE RETUMBANTE TIMIDEZ É ESSA,QUE ATRAI TANTA ATENÇÃO?SE FICOU NOTÓRIO APESAR DE TÍMIDO,TALVEZ ESTIVESSE SE ENGANANDO JUNTO COM OS OUTROS E SUA TIMIDEZ,SEJA APENAS UMA ESTRATAGEMA PARA SER NOTADO.TÃO SECRETO QUE NEM ELE SABE.É COMO NO PARADOXO PSICANALÍTICO:SÓ ALGUÉM QUE SE ACHA MUITO SUPERIOR PROCURA O ANALISTA PARA TRATAR UM COMPLEXO DE INFERIORIDADE,PORQUE SÓ ELE ACHA QUE SE SENTIR INFERIOR É DOENÇA.
TODO MUNDO É TÍMIDO,OS QUE PARECEM MAIS TÍMIDOS SÃO APENAS OS MAIS SALIENTES.DEFENDO A TESE DE QUE NINGUÉM É MAIS TÍMIDO DO QUE O EXTROVERTIDO.O EXTROVERTIDO FAZ QUESTÃO DE CHAMAR ATENÇÃO PARA SUA EXTROVERSÃO,ASSIM NINGUÉM DESCOBRE SUA TIMIDEZ.JÁ NO NOTORIAMENTE TÍMIDO A TIMIDEZ QUE USA PARA DISFARÇAR SUA EXTROVERSÃO TEM O TAMANHO DE UM CARRO ALEGÓRICO.DAQUELES QUE SEMPRE QUEBRAM NA CONCENTRAÇÃO.SEGUNDO MINHA TESE,DENTRO DE CADA ELKE MARAVILHA EXISTE UM TÍMIDO TENTANDO SE ESCONDER E DENTRO DE CADA TÍMIDO EXISTE UM EXIBIDO GRITANDO"NÃO ME OLHEM!NÃO ME OLHEM!",SÓ PARA CHAMAR A ATENÇÃO.
O TÍMIDO NUNCA TEM A MENOR DÚVIDA DE QUE,QUANDO ENTRA NUMA SALA,TODAS AS ATENÇÕES SE VOLTAM PARA ELE E PARA SUA TIMIDEZ ESPETACULAR.SE COCHICHAM,É SOBRE ELE.SE RIEM,É DELE.MENTALMENTE,O TÍMIDO NUNCA ENTRA NUM LUGAR.EXPLODE NO LUGAR,MESMO QUE CHEGUE COM A MACIEZ ESTUDADA DE UMA NOVIÇA.PENSA EM OUTRA COISA A NÃO SER NELE E NO QUE PODE FAZER PARA EMBARAÇÁ-LO.
O TÍMIDO VIVE ACOSSADO PELA CATÁSTROFE POSSÍVEL.VAI TROPEÇAR E CAIR E LEVAR JUNTO A ANFITRIÃ.VAI SER ACUSADO DO QUE NÃO FEZ,VAI DESCOBRIR QUE ESTAVA COM A BRAGUILHA ABERTA O TEMPO TODO.E TEM CERTEZA DE QUE CEDO OU TARDE VAI ACONTECER O QUE O TÍMIDO MAIS TEME,O QUE TIRA O SEU SONO E APAVORA OS SEUS DIAS:ALGUÉM VAI LHE PASSAR A PALAVRA.
O TÍMIDO TENTA SE CONVENCER DE QUE SÓ TEM PROBLEMAS COM MULTIDÕES,MAS ISTO NÃO É VANTAGEM.PARA O TÍMIDO,DUAS PESSOAS SÃO MULTIDÃO.QUANDO NÃO CONSEGUE ESCAPAR E SE VÊ DIANTE DE UMA PLATÉIA,O TÍMIDO NÃO PENSA NOS MEMBROS DA PLATÉIA COMO INDIVÍDUOS.MULTIPLICA-OS POR QUATRO,POIS CADA INDIVÍDUO TEM DOIS OLHOS E DOIS OUVIDOS.QUATRO VIAS,PORTANTO,PARA RECEBER SUAS GAFES.NÃO ADIANTA PEDIR PARA A PLATÉIA FECHAR OS OLHOS,OU TAPAR UM OLHO E UM OUVIDO PARA CORTAR O DESCONFORTO DO TÍMIDO PELA METADE.NADA ADIANTA.O TÍMIDO,EM SUMA,É UMA PESSOA CONVENCIDA DE QUE É O CENTRO DO UNIVERSO,E QUE SEU VEXAME AINDA SERÁ LEMBRADO QUANDO AS ESTRELAS VIRAREM PÓ.


LUIS FERNANDO VERISSIMO

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

JEITO DE GALPÃO


Me criei num tranco guapo
Domando potro veiaco
Carcando espora em retaco
Metido a corcoveador
Eu passo a vida montado
Num tostado pata branca
Fazendo a lida que encanta
A alma de campeador

Me agrada saltar cedito
Pra cevar meu chimarrão
Todo índio de galpão
Carrega esse mandamento
Depois de sorver uns amargo
E torear uma charla boa
Pode ter sol ou garoa
O campo é meu chamamento

Refrão:
Sou do Sul do meu país
Com meu jeito de galpão
Brasileiro na coragem
Gaúcho na tradição

Trago comigo a doutrina
Do sistema bem antigo
Amigo dos meus amigos
Respeitador do alheio
Mas o cano do meu trinta
Trago livre e sem lorota
Com o bico dentro da bota
Pra alumiar no tempo feio

Sou um serrano faceiro
Acostumado no campo
Meu peito é um pirilampo
Amanunciando a boieira
E enquanto Deus me der forças
Pra levar a vida xucra
O pampa vem na garupa
Com a tradição por bandeiras.


OS SERRANOS

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

CONCURSO

MUNICÍPIO DE JAGUARÃO

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS

EXTRATO DE EDITAL DE CONCURSO Nº 001/2010

REALIZAÇÃO: OBJETIVA CONCURSOS LTDA

O MUNICÍPIO DE JAGUARÃO TORNA PÚBLICO que realizará CONCURSO PÚBLICO, sob regime estatutário, para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Área I - Professor Educação Infantil, Área I - Professor Ensino Fundamental Séries Iniciais, Área II - Professor Ensino Fundamental de Educação Especial, Assistente Social, Atendente de Consultório Dentário, Dentista, Enfermeiro, Fiscal de Comércio e Obras, Fiscal de Rua a Cavalo, Médico Auditor, Autorizador, Revisor e Regulador, Médico Clínico Geral, Médico Veterinário, Operador de Máquinas, Secretário de Escola, Técnico em Enfermagem e Zelador. Os salários variam de R$ 483,49 a R$ 7.788,67. INSCRIÇÕES: via internet, a partir das 09h do dia 16/09/2010 até às 24h do dia 30/09/2010, pelo site www.objetivas.com.br. Edital na íntegra, no mesmo site. Em 08 de setembro de 2010.

JOSÉ CLÁUDIO FERREIRA MARTINS – Prefeito Municipal

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

PATRIOTISMO

 


DESFILES REVERENCIARAM OS 188 ANOS DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL,REUNINDO ASSIM MILITARES DAS 3 FORÇAS,ESTUDANTES E REPRESENTANTES DE ENTIDADES NESSE DIA 7 DE SETEMBRO NA CIDADE DE JAGUARÃO.
Posted by Picasa

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A LENDA DE JAGUARÃO


NOS TEMPOS ANTIGOS,ANTES DA CHEGADA DO HOMEM BRANCO ÀS TERRAS DO SUL,VIVIAM OS CHARRUAS E ÀS VEZES OS MINUANOS JUNTO A UM RIO PAMPA.OS ÍNDIOS PESCAVAM NO RIO,CORTAVAM AS SUAS ÁGUAS COM CANOAS E TIRAVAM DE SEUS REMANSOS A ÁGUA PARA O DIA-DIA DA TRIBO.
UM DIA,PORÉM,AQUERENCIOU-SE NUMA DAS "PANELAS" DO RIO,JUNTO ÀS BARRANCAS,UM ESTRANHO SER,UM MONSTRO QUE PARECIA UM PEIXE-CACHORRO,COM GARRAS DE TIGRE,PRETO E VISGUENTO.E COISA ESTRANHA:SÓ COMIA OS BOFES DOS VIVENTES FOSSE BICHO OU GENTE MESMO.
E COMO FAZIA? SIMPLESMENTE ELE CAVOUCAVA POR BAIXO DÁGUA A BARRANCA DO RIO,FAZENDO UMA GRANDE CAVERNA E ALI SE ANINHAVA, A ESPERA.SE UMA PESSOA OU BICHO GRANDE CHEGASSE EM CIMA DA BARRANCA,ESTA DESABAVA E O MONSTRO ARRASTAVA PARA O FUNDO DAS ÁGUAS QUEM SE AFOGAVA,COMENDO-LHE OS BOFES,SIMPLESMENTE.
ACONTECE QUE OS CADÁVERES COMEÇARAM A APARECER RIO ABAIXO,SEM OS PULMÕES E OS ÍNDIOS COMEÇARAM A DAR CAÇA AO MONSTRO,SEM GRANDES RESULTADOS,ALIÁS.EM GUARANI,QUE ERA A LÍNGUA MAIS FALADA POR TODOS,ELE FOI CHAMADO YAGUA-RU,AO SER AVISTADO POR PRIMEIRA VEZ,PORQUE PARECIA MESMO UM PEIXE PRETO COM CARA DE CACHORRO.OS CASTELHANOS,QUE CHEGARAM DEPOIS,CHAMARAM AO RIO "YAGUARÓN",QUE QUER DIZER "CACHORRO GRANDE","CACHORRÃO" E OS LUSO-BRASILEIROS APORTUGUESARAM O NOME PARA JAGUARÃO,NOME DADO TAMBÉM À BELA CIDADE DE FRONTEIRA QUE NASCEU NA BEIRA DO RIO.



MITOS E LENDAS DO RIO GRANDE DO SUL
ANTONIO AUGUSTO FAGUNDES

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

AS CORES EM PORTUGUÊS


Preencha os espaços em branco com cores.

Estava um sol radioso,.......... vivo. O céu estava .........., com algumas nuvens, muito ......... -Madalena passou por um campo de relva........ e sentou-se um pouco. Tirou uma laranja do bolso: tinha um aspecto apetitoso e era mesmo........ . Ao pé dela cresciam violetas cuja cor era, obviamente, o ......... Entretanto, o céu começou a ficar........ . Ia chover, de certeza. -Passado pouco tempo, começou mesmo a chover. Abriu o chapéu de chuva........ que, à cautela, tinha trazido consigo. Correu até ao jeep ........, abriu a porta e deixou-se estar um momento a ouvir a chuva a cair no tejadilho. Abriu a mochila ......... Tirou um caderno de capa ........ e escreveu, com uma caneta de tinta........ :Adorei este dia!!