Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2012

CONHECIMENTO

SONETO

DESERTA A CASA ESTÁ... ENTREI CHORANDO,
DE QUARTO EM QUARTO, EM BUSCA
DE ILUSÕES!
POR TODA A PARTE AS PÁLIDAS VISÕES!
POR TODA A PARTE AS LÁGRIMAS FALANDO!

VEJO MEU PAI NA SALA, CAMINHANDO,
DA LUZ DA TARDE AOS TÉPIDOS CLARÕES,
DE MINHA MÃE ESCUTO AS ORAÇÕES
NA ALCOVA, AONDE AJOELHEI REZANDO.

BRINCAM MINHAS IRMÃS
( DOCE LEMBRANÇA!...),


NA SALA DE JANTAR... AI! MOCIDADE,
ÉS TÃO VELOZ, E O TEMPO NÃO
DESCANSA!

OH! SONHOS, SONHOS MEUS
DE CLARIDADE!
COMO É TARDIA A ÚLTIMA ESPERANÇA!...
MEU DEUS, COMO É TAMANHA
ESTA SAUDADE!...

(JOSÉ BONIFÁCIO, O MOÇO. POESIAS.
SÃO PAULO: CONSELHO ESTADUAL DE
CULTURA, 1962.P.247)

OS TRÊS DESEJOS

EM UMA NOITE MUITO FRIA, UM SENHOR E UMA SENHORA, CASADOS, SENTARAM-SE DIANTE DE SEU FOGÃO A LENHA. FICARAM EM SILÊNCIO, COMO SEMPRE. JÁ NÃO CONVERSAVAM MAIS. DEPOIS DE TANTO TEMPO VIVENDO LADO A LADO, NÃO TINHAM MAIS O QUE FALAR. UM SABIA TUDO DA VIDA DO OUTRO E NUNCA SAÍAM DE CASA. DURANTE O DIA, CUIDAVAM DE SUA ROCINHA DE FEIJÃO, DE UMA VACA MAGRA E DE ALGUMAS POUCAS GALINHAS.
NO MÁXIMO, ELE DIZIA:
- A CARIJÓ BOTOU OVOS.
- É...É...É... - RESPONDIA A ESPOSA.
OU O SENHOR FALAVA:
- A VACA DEU MENOS LEITE.
- É...É...É... - REPETIA ELA.
CADA UM ESTICAVA AS MÃOS CALEJADAS PARA SE AQUECER NO FOGO.
COCHILAVAM. NÃO SE MEXIAM MUITO DEVIDO AO FRIO. AS TÁBUAS DAS PAREDES DA CABANA TINHAM MUITAS FRESTAS POR ONDE O VENTO ENTRAVA.
SÓ CONSEGUIAM SE AQUECER SENTADOS DIANTE DO FOGÃO.
O TEMPO PASSOU. AS ACHAS DE LENHA TRANSFORMARAM-SE EM BRASAS.
NÃO HAVIAM JANTADO. O SENHOR OLHOU, DESCONSOLADO, O ARMÁRIO VAZIO DA COZINHA. NÃO RESTAVA UM OVO, NEM UM POUCO DE FEIJÃO OU UMA JARRA DE LEITE. A SENHORA OBS…

PARA TODOS MEUS AMIGOS!!!

BEM VINDOS AMIGOS AO MÊS DE DEZEMBRO, FINAL DE ANO, MÊS QUE UM BOM BALANÇO NÃO FAZ MAL A NINGUÉM. OLHAR UM POUCO PARA O ANO QUE  ESTA PRESTES A ENCERRAR É ENTENDER UM POUCO MAIS DO QUE SOMOS E QUE FOMOS  DA ATÉ MEDO DE FAZER ISSO, MAS OLHAR FAZ BEM, É NECESSÁRIO PARA ENTENDER DA VIDA UM POUCO. MAS VAMOS COMBINAR NADA DE SAUDOSISMO, VAMOS MESMO É FICAR ESPERTO PARA NÃO COMETER OS MESMOS ERROS E IR A BUSCA DE NOVAS EXPECTATIVAS.