sexta-feira, 19 de agosto de 2011

UMA LONGA VIAGEM COMEÇA POR UM PASSO


A minha tristeza deita-se em meus braços
Dona de muitas terras férteis em pensamentos fúteis.
Os meus medos, movem-se desamparados
Nesta existência que aponta, muitos caminhos inúteis.

A minha dor infunde soluços aos passos deste caminhar
Trôpego, incerto, desamparado, cego de sentido.
Os meus sonhos detêm-se na fatalidade de ser só a sonhar
Que alcanço o rumo de um longo sossego demorado.

As minhas alegrias são amantes das amizades eternas
Que não relegam o que sou, feito de mim mesmo
Os meus sentimentos nascem no coração e vivem nas pernas
Que percorrem este caminho povoado do que odeio e do que amo.

Uma longa viagem começa por um passo pequeno
Empurrado pelo primeiro capitulo de um livro por ler.
Depois dele, um outro passo, em passo sereno
Faz desta caminhada pela Vida, um longo caminho a percorrer.


© Rui Girão

2 comentários:

  1. É para mim um privilégio ver no teu blog um devaneio meu.
    Beijo.

    ResponderExcluir