domingo, 31 de outubro de 2010

MEU PAI ( MOMENTOS DA EXPOSIÇÃO)


MEU PAI É UM ÍNDIO DO CAMPO
QUE VEIO LÁ DA COXILHA
DEIXANDO SUA TROPILHA
NO CORREDOR LÁ NO FUNDO

EU LEMBRO A CADA SEGUNDO
E FALO A MEUS COMPANHEIROS
MEU PAI É UM ÍNDIO CAMPEIRO
PRA MIM O MELHOR DO MUNDO

ESTA É A LUZ DA RAZÃO
QUE ILUMINA MEU VIVER
PARA A TRADIÇÃO ENTENDER
QUE SOU DE BOA SEMENTE

POIS SOU GAÚCHO,SOU GENTE
MINHA TRADIÇÃO NÃO CAI
SOU FILHO QUE TEM UM PAI
QUE ALÉM DE TAURA É VALENTE

MEU PAI É AQUELE PAI
DO ALICERCE AO TELHADO
ELE SEMPRE TEM TRABALHADO
PRA SUSTENTAR A QUERÊNCIA
ELE É UM MARCO DE COMPETÊNCIA
TEM PULSO FIRME E TEM RAÇA
O SEU EXEMPLO NÃO PASSA
REINA NA MINHA EXISTÊNCIA

EMBORA HOJE MEU PAI
EU JÁ SOU UM PIÁ CRESCIDO
MAS ESTOU AGRADECIDO
POR ME ENSINAR A SER HONESTO
SEM NUNCA ENCABEÇAR PROTESTO
O SEU AMOR É SEM FIM
PAI PRA TI VOU FALAR ASSIM
VOCÊ É JÓIA QUE NÃO TEM PREÇO
MAIS UMA VEZ AGRADEÇO
POR TUDO QUE FEZ POR MIM.


AMÉLIO HENICA

Nenhum comentário:

Postar um comentário